A fase mais vulnerável de nossas vidas é quando estamos recém-nascidos, por esse motivo esse também é o momento em que mais precisamos nos fortalecer. É nesse sentido que a amamentação tem a sua importância. 

Nesse artigo, vamos falar sobre esse que é um tema que levanta muitas discussões, principalmente pelas dúvidas que são geradas quando a experiência de ser mãe acontece pela primeira vez. 

Confira!

Amamentação, porque é tão importante? 

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), somente na América latina, a cada 20 recém-nascidos 5 não recebem o leite materno na primeira horas de vida. 

Embora muitas mães desconhecem essa informação, a amamentação nos instantes iniciais após o nascimento de um bebê pode ser a garantia de vida que ele possui. 

Nem sempre uma gravidez é planejada, por esse motivo muitas mães de primeira viagem não sabem o que fazer ou como fazer nos primeiros meses de vida de um bebê. 

A gestação é um período de transformações e dentro desse tempo o corpo passa por mudanças principalmente pelo fato de que a criança vai precisar de todos os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento, e isso, só o leite materno pode oferecer. 

Após nascer, o aleitamento materno é fundamental para o desenvolvimento e proteção da criança. 

A ato da amamentação é por onde o bebê vai receber tudo que precisa nos primeiros meses de vida e dessa forma poderá crescer e se desenvolver de forma saudável. 

Abaixo, estão algumas das razões pelo qual a amamentação é fundamental para o recém-nascido, confira.

 

Amamentação é uma forma de prevenção

 

Sabia que a alimentação nos primeiros anos de nossas vidas é essencial para prevenir doenças que podem nos afetar na fase adulta? 

O aleitamento materno contribui para uma vida mais saudável e livre de doenças. Sendo assim a primeira forma de prevenção contra enfermidades começa nos primeiros dias de vida, através da amamentação. 

 

Amamentar reduz a mortalidade infantil

 

Não é somente uma metáfora falar que o leite materno transmite vida. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), amamentar os bebês durante os primeiros meses de vida salvaria mais de 820 mil crianças com menos de cinco anos todos os anos. 

Assim, realizando a amamentação de forma correta, a criança reduz de forma significativa as hipóteses de falecer nos primeiros anos da sua vida. Já que no aleitamento existe tudo que ela necessita para a sua formação, crescimento e aumento de imunidade. 

Tive um bebê e leite materno ainda não chegou, e agora ?

Em alguns casos, após o parto o leite materno demora a surgir, esse é um processo natural do corpo que se prepara para o aleitamento. 

Nesse período, ao amamentar, a criança recebe uma substância chamada de colostro. Esse é  um líquido amarelado que também serve como um poderoso agente na prevenção contra doenças e o fortalecimento do bebê. 

É importante também que o bebê seja amamentado com colostro pois dessa forma ele estimula a chegada do leite. 

 

Benefícios da amamentação 

 

Conheça agora alguns dos muitos benefícios da amamentação: 

  • amamentar reduz os riscos de hipertensão da criança;
  • contribui para uma vida livre da obesidade;
  • evita o risco de pneumonia;
  • previne contra infecções;
  • evita o câncer de mama para as mães;
  • contribui para a construção de um intestino saudável do bebê
  • e melhora as defesas do corpo da criança contra doenças virais.

Sendo assim, a criança recebe por meio do leite materno tudo que é necessário para se fortalecer e garantir uma vida mais saudável para ele e a sua mãe. 

 

É possível substituir o leite materno?

 

Embora muitas pessoas realizam essa troca, especialistas e cientistas ainda concluem que o leite materno é insubstituível

Para se ter uma ideia, no leite materno existe uma complexidade de informações tão grande (proteínas, nutrientes e enzimas benéficas para o ser humano) que uma fórmula similar a ele custaria um valor muito elevado. 

 

Por quanto tempo devo amamentar?

 

Segundo a OMS, o aleitamento materno deve acontecer nos 6 primeiro meses de vida do bebê de forma integral. 

Após esse período, o bebê deve receber a amamentação de forma suplementar à sua alimentação por aproximadamente um ano

Após esse período a mãe poderá decidir se continuará amamentando ou não.  

 

Amamentação, amor e vida

 

No mês de agosto é reforçado o apelo para o aleitamento materno denominado agosto dourado

A campanha busca conscientizar as mães sobre a importância da amamentação da maneira correta e com frequência. 

O leite materno é o único alimento capaz de nutrir de forma absoluta o bebê e negar isso, é pôr em risco a sua vida e a da criança. 

Ainda está com dúvidas?  

Para reforçar nosso apoio ao mês de conscientização sobre o aleitamento materno, nosso Diretor de Seguros, Gelásio Souza, fez uma Live especial sobre o tema.

Nossa convidada Fabiana Pires, fundadora do Mames.Amamentação conversou sobre esse que é um assunto tão importante para as gestantes e aquelas que estão sendo mães pela primeira vez.

Confira!

Quer saber sobre mais conteúdos como esse?

Durante todo mês de agosto, a Sociedade Brasileira de Pediatria está publicando conteúdos informativos sobre os mais variados temas relacionados à amamentação.

Vale a pena conferir!  

 

Planos de Saúde Para você e Seu bebê ? Conheça a Anubis Corretora 

Um bom plano de saúde para gestante é a garantia de um parto mais seguro e um suporte para mamãe e a criança na fase onde mais é preciso de proteção.

A Anúbis é uma empresa que atua a mais de 15 anos auxiliando seus clientes a encontrar o melhor em coberturas para mãe, filho e toda família. Temos soluções em planos de saúde, odontológicos, auto e seguros de vida

Proteja sua família, fale com um de nossos especialistas e faça uma cotação.

Aguardamos o seu contato!